Política

Ministro anuncia cadastro social único

Maiomona Artur| Caxito

O ministro da Assistência e Reinserção Social (MINARS) anunciou ontem, na cidade de Caxito, a criação, para breve, do Cadastro Social Único, para permitir ao Executivo conhecer o perfil dos assistidos. 

Ministro da Assistência e Reinserção Social dirige conselho consultivo que decorre em Caxito
Fotografia: Edmundo Eucílio |Edições Novembro -Caxito

Gonçalves Muandumba, que discursava na abertura do Conselho Consultivo da instituição, informou que com a criação do cadastro único, o Executivo vai poder gerir, de forma mais criteriosa, os recursos que aloca aos programas e projectos sociais em todo o território nacional.
O Cadastro Social Único em fase de criação, acrescentou o ministro, vai ainda permitir a uniformização na recolha, tratamento, gestão e divulgação da informação estatística, cuja fiabilidade deverá servir para a visualização dos resultados e o impacto da intervenção social na melhoria do nível e qualidade de vida dos cidadãos.
“A acção social exige sabedoria e criatividade por parte de todos os actores sociais, para dar-se respostas adequadas às necessidades dos beneficiários carenciados no país”, afirmou Gonçalves Muandumba no evento ordinário que decorre sob o lema “Acção social, prevenção, protecção e promoção”.
O ministro Gonçalves Muandumba anunciou também a municipalização da acção social, um projecto-piloto em fase final de preparação, com o objectivo de levar os serviços sociais às comunidades, através de mecanismos integrados e desburocratizados.

Reconhecimento do Bengo

O governador provincial do Bengo valorizou o apoio em bens alimentares e diversos materiais que a instituição ministerial tem prestado às populações carenciadas do país. João Bernardo de Miranda augura que o Conselho Consultivo produza temas que contribuam para melhorar ainda mais o apoio às famílias vulneráveis. O evento, que termina hoje, está a avaliar temas como o “MINARS no contexto actual”, “municipalização da acção social”, “sistema de informação e gestão da acção social”, “Cadastro Social Único”, e outros.
Participam na reunião directores nacionais, provinciais e técnicos seniores do MINARS, incluindo vários parceiros sociais.

Tempo

Multimédia