Política

Ministro Artur Fortunato testemunha consignação

Joaquim Suami | Ondjiva

As obras de reabilitação da Estrada Nacional 120 no troço Ondjiva/Omala iniciam este mês e as obras estão a cargo de uma empreiteira nacional de construção.

Ministro da Construção Artur Fortunato
Fotografia: Jaimagens | Edições Novembro

A assinatura do auto de consignação da empreitada, que decorreu na cidade de Ondjiva, foi testemunhada pelo ministro da Construção Artur Fortunato e pelo governador do Cunene, Kundi Paihama. As obras devem ser executadas num período de 12 meses, numa extensão de 80 quilómetros, entre Ondjiva e a povoação de Omala, na comuna de Evale. A obra está orçada em 6.968.078.537 de kwanzas.
A Estrada Nacional 120 é uma das principais vias de ligação entre as províncias do Cunene e da Huíla e, consequentemente, o norte do país. Após a reabilitação, a estrada terá duas faixas de rodagem. A obra gerou 450 postos de trabalho directos a cidadãos locais. O ministro da construção, Artur Fortunato disse que o Executivo angolano continua a apostar na construção de infra-estruturas rodoviárias, enquanto factores estimuladores para o  desenvolvimento.
Artur Fortunato lembrou que Angola está  ligada por estradas nacionais, que foram recuperadas e construídas com avultados investimentos públicos.
O ministro considerou “importante” a Estrada Nacional 120, no quadro da integração regional. “O programa de reabilitação e construção das infra-estruturas rodoviárias ainda não está concluído”, lembrou o ministro, que valoriza a circulação rodoviária no país para estimular a  produção nacional.






SAPO Angola

Tempo

Multimédia