Política

Ministro destaca avanços nas FAA

O ministro de Estado e chefe da Casa de Segurança do Presidente da República, Pedro Sebastião, reconheceu que foram feitos “investimentos de vulto” no ramo da Força Aérea Nacional (FAN), no âmbito do processo de reedificação em curso nas Forças Armadas Angolanas (FAA).

Ministro de Estado reafirma compromisso com a paz
Fotografia: Eduardo Pedro | Edições Novembro

Pedro Sebastião, que fala­va  no acto central do quadragésimo segundo (42º) aniversário da FAN, no Regimento da Catumbela, lembrou que o Executivo imple-
menta, desde o ano de 2000, um rigoroso plano de reequipamento dos três ramos das FAA, com destaque para a Força Aérea, com a modernização da frota de helicópteros, mísseis, radares, caças, entre outros meios para o reforço da sua capacidade.   
Ao longo dos anos, disse, a Força Aérea Nacional inscreveu o seu nome com “letras de ouro” na história do país, com um crescimento à dimensão dos desafios do país, mesmo com incipientes e insignificantes meios à sua disposição, e ultrapassou  vários obstáculos, sobretudo impostos pela então África do Sul racista.“O mundo reconhece em nós capacidade, pois com ajuda de Cuba, no Cuito Cuanavale, fomos capazes de travar a supremacia aérea do então regime do apartheid e virar toda a história da região, trazendo consigo a independência da Namíbia e a instauração de um regime democrático na África do Sul”, declarou.
O ministro de Estado afirmou que o Executivo confere grande importância à paz e à estabilidade social e empreende esforços nesse sentido entre povos irmãos, através de acordos estabelecidos com países da região, entre os quais resultou a presença de um contingente militar angolano na Força de Manutenção de Paz, no Lesotho. “A paz constitui a sustentabilidade de todos os actos de governação, por isso deve ser preservada”, reforçou.  
O acto foi assistido pelo ministro da Defesa, Salviano de Jesus Sequeira, entre outras individualidades.

Tempo

Multimédia