Política

Ministro dos Transportes avalia as obras do canal

O ministro dos Transportes, Augusto Tomás, está, desde ontem, no município do Ri­vungo, província do Cuando Cubango, para constatar os níveis de execução das obras de construção do canal flu-vial transfronteiriço Rivungo-Shangombo.

Ministro dos transportes Augusto Tomás
Fotografia: Jaimagens | Edições Novembro

De acordo com uma nota de imprensa do Ministério dos Transportes, o canal fluvial, localizado entre a sede do município do Rivungo e a localidade zambiana de Shangombo, vai permitir a melhoria das condições de vida das populações ribeirinhas, através das trocas co­merciais entre os dois povos, com uma  embarcação com  capacidade para 25 passageiros e outra para dez toneladas, bem como a integração com as redes de plataformas logísticas de Angola, o desenvolvimento económico, so-cial e do turismo entre Angola e Zâmbia. O documento indi­ca que o projecto, com um ní­vel de execução na ordem de 98 por cento, da parte angolana, possui um canal de na­vegação com dez quilóme-
tros de extensão, 34 metros de largura e três metros de profundidade.
O canal fluvial comporta ainda infra-estruturas terrestres, tais como parque para viaturas ligeiras e pesadas, residências para o pessoal de apoio, infra-estruturas fluviais, meios de sinalização fluvial, serviços de busca e salvamento, entre outros equipamentos.
O projecto de construção do canal de navegação fluvial Rivungo-Shangombo resulta de um Memorando de Entendimento e de um acordo bilateral de transporte fluvial transfronteiriço, assinado entre as repúblicas de Angola e da Zâmbia.

Tempo

Multimédia