Política

MPLA apela à homenagem aos heróis

O Bureau Político do MPLA insta a todos os angolanos a reverenciarem a memória, reputação e legado político-estratégico do Presidente Agostinho Neto, bem como a fazerem merecida homenagem a todos os valorosos combatentes da Luta Armada de Libertação Nacional.

Fotografia: DR

Numa declaração a propósito do Dia do Fundador da Nação e do Herói Nacional, assinalado ontem, o órgão de cúpula do partido no poder apela à união de esforços da Nação angolana, face à crise económica e financeira, bem como ao cumprimento dos constrangimentos inerentes à pandemia da Covid-19. 

No documento, citado pela Angop, o Bureau Político do MPLA reafirma a “determinação dos militantes, simpatizantes e amigos do partido” em trabalharem “árdua e empenhadamente”, sob a liderança do Presidente João Lourenço, na satisfação das aspirações do povo angholano.

O MPLA reconhece que, este ano, o 17 de Setembro é celebrado num contexto económico, financeiro e social difícil, agravado pela pandemia da Covid-19. Este contexto, refere, condiciona a realização de actividades comemorativas à “dimensão da histórica figura e do prestígio nacional e internacional do saudoso Presidente Agostinho Neto”.

Uma referência

De acordo com o Bureau Político do partido maioritário, Agostinho Neto é o símbolo nacional, daí que a sua vida deve constituir a referência maior no processo de educação e formação cívica e patriótica das presentes e futuras gerações de angolanos.  

O MPLA, por via da declaração do Bureau Político, relembra que foi sob a liderança do Presidente Agostinho Neto que Angola conquistou a Independência Nacional e “se constituiu, por vontade própria, em trincheira firme da revolução em prol dos ideais de liberdade e dignidade dos povos africanos”.

Lembra que as jornadas de exaltação patriótica em honra do primeiro Presidente de Angola e Fundador da Nação Angolana decorrem sob o signo do 45° aniversário da Independência Nacional, que tem como lema “Unidade, Estabilidade e Desenvolvimento”. A celebração do Dia do Herói Nacional é dedicada ao aniversário natalício do primeiro Presidente da República, António Agostinho Neto, nascido a 17 de Setembro de 1922, em Kaxicane, município do Icolo e Bengo, em Luanda.

A efeméride, instituída feriado nacional em 1980, pela então Assembleia do Povo, deve-se ao contributo deste nacionalista na luta armada contra o colonialismo português e pela conquista da Independência Nacional a 11 de Novembro de 1975.

Tempo

Multimédia