Política

Nove mil pensionistas podem ir para a Caixa

A Caixa Social das Forças Armadas Angolanas prevê inserir, até ao final deste ano, nove mil novos pensionistas, anunciou, na segunda-feira, o ministro da Defesa Nacional, Salviano de Jesus Se-queira “Kianda”.

Salviano de Jesus Sequeira, ministro da Defesa Nacional
Fotografia: Paulo Mulaza | Edições Novembro

O ministro falava num acto de passagem à reforma de oficiais generais e almirantes das Forças Armadas, realizado no Comando do Exército.
O Executivo, disse, continua na prossecução dos seus objectivos, particularmente, em atender as necessidades elementares dos cidadãos, em que podemos destacar a inserção dos pensionistas no sistema de pagamentos, que até ao momento estão fora da Caixa de Segurança Social das FAA.
“É neste sentido que, até ao final do ano corrente, está prevista a inserção de nove mil e cento e oito novos pensionistas”, sublinhou o mi-nistro. Salviano de Jesus Se-
queira referiu que, com a aprovação da Lei das Carreiras Militares, passa a ser regular o processo de licenciamento à Reforma dos Oficiais e Sargentos do Quadro Permanente, o que vai garantir a renovação dos efectivos e a progressão nas carreiras.
“Os militares que estão a sair das Forças Armadas não devem recear o futuro, pois, continuarão a contar com o apoio que vos é merecido e, por outro lado, podem continuar a servir a sociedade noutras áreas de actividade e em projectos de iniciativa individual”, salientou.
Numa mensagem lida no acto, os oficiais generais e almirantes reformados manifestaram total disponibilidade em dar a sua contribuição onde for necessário.
Os reformados encorajaram os militares das For-ças Armadas Angolanas no activo a prosseguirem firmemente no cumprimento do seu dever patriótico com disciplina e determinação.

Tempo

Multimédia