Política

Pacificação abriu o caminho à unidade

Jsé Rufino* | Luena

O governador provincial do Moxico, Gonçalves Muandumba disse ontem, no Luena, que a paz e a reconciliação entre os angolanos abriu o caminho para a unidade, estabilidade e o desenvolvimento do país.

Governador provincial do Moxico, Gonçalves Muandumba
Fotografia: DR

Gonçalves Muandumba, que falava por ocasião do Dia da Paz e Reconciliação Nacional, perante um número reduzido de membros do Governo, devido ao Covid-19, destacou a importância da data, tendo sublinhado que o momento exige um esforço redobrado diante da situação que o país enfrenta.

O governador da província onde foram dados os primeiros passos para a Paz em Angola, admitiu que os efeitos da pandemia do Covid-19 estão a fragilizar a economia, numa altura em que o país se prepara para comemorar os 45 anos da Independência Nacional.
Apesar deste desafio, Gonçalves Muandumba garantiu que o Executivo vai continuar apostado no combate à pobreza e promoção do emprego, em prol do bem-estar de todos.

O governador esclareceu que o Estado de Emergência decretado pelo Presidente da República tem como objectivo prevenir e estancara transmissão pelo Covid-19, razão pela qual solicitou o cumprimento escrupuloso da medida.

Lunda-Norte

O governador da Lunda-Norte, Ernesto Muangala, realçou ontem, no Dundo, que os ganhos da Paz na província são inquestionáveis, destacando a reabilitação de infra-estruturas sociais e da rede viária. Ao falar a propósito do Dia da Paz e Reconciliação Nacional, Ernesto Muangala afirmou que com a Paz a província da Lunda-Norte ganhou nova imagem, com a construção, por exemplo, da nova Centralidade do Mussungue, com cerca de cinco mil apartamentos. A centralidade, disse, permitiu a muitos jovens a realização do sonho da casa própria.
Muangala apontou os sectores da Educação, com mais de mil salas de aula e o da Saúde, com mais de 80 unidades sanitárias, como os que mais ganhos tiveram durante os 18 anos de paz, garantindo o ensino e a assistência médica gratuita aos cidadãos.
O governador destacou, igualmente, a reabilitação da rede viária, sobretudo que liga a sede capital da província, Dundo, e o interior, bem como o alargamento da rede de distribuição de água potável.

* Com Angop

Tempo

Multimédia