Política

População recebe educação financeira

O Banco Nacional de Angola (BNA) registou 16.928 pessoas que visitaram a feira de educação financeira que encerrou ontem em Benguela, no quadro das festividades do 42º aniversário da instituição.

Segundo a directora-geral para Educação Financeira do BNA, Teresa Pascoal, que presidiu a sessão de encerramento, do referido número, 16.651 visitantes correspondem a crianças. 
Durante a feira, realizaram-se também palestras para despertar o interesse das crianças na gestão dos recursos das famílias.
Para Teresa Pascoal, esta afluência representa um sinal para o BNA que revela que a educação financeira é um sector de prioridade indiscutível, num Mundo onde o estabelecimento de regras se tornou num factor crítico para a estabilidade financeira.
Sob o lema “Construindo valores”, o BNA juntou-se aos diferentes bancos centrais do Mundo, que desde 1973 celebram o Dia Mundial de Poupança.
“Com a realização deste certame, o BNA pretende associar a sociedade civil numa campanha de sensibilização sobre assuntos financeiros, através de palestras, actividades lúdicas e jogos interactivos, a nível local e regional, com o objectivo de promover habilidades essenciais para a gestão equilibrada das finanças pessoais”, disse.   A responsável acrescentou que a feira visou ainda transmitir conhecimentos sobre o papel do banco central e das instituições financeiras.
Teresa Pascoal afirmou que o BNA se compromete a dar continuidade a esses programas de educação financeira, contribuindo no aumento dos agentes na sociedade capazes de gerir as suas finanças de modo eficiente e equilibrado.
O estudante José Victorino marcou presença na feira apenas hoje, último dia, mas a tempo de aprender sobre o surgimento do Kwanza e da necessidade de se fazer poupança.
Cristina Andreia, outra adolescente que assistiu à sessão de encerramento, lamentou que o evento tenha terminado tão cedo, mas referiu que aprendeu que se deve poupar dinheiro e guardá-lo num banco, assim como a usá-lo apenas quando necessário.
O BNA celebrou, em 2015, um protocolo de colaboração com o sector da Educação, que estabelece a inserção de conteúdos sobre Educação financeira em determinadas disciplinas curriculares, mormente matemática, história, línguas portuguesa, francesa e inglesa.
Esse projecto do Banco Nacional de Angola envolve 86 escolas do ensino primário e do I ciclo das 18 províncias do país. O banco central tem vários projectos direccionados para a educação financeira da população, sobretudo comerciantes.

Tempo

Multimédia