Política

PRA-JA apresentou recurso ao Tribunal

César Esteves

A comissão instaladora do Partido do Renascimento Angolano - Juntos por Angola (PRA-JA) procedeu, na sexta-feira, à entrega, no Tribunal Constitucional, do recurso para o reconhecimento do projecto político de Abel Chivukuvuku.

Fotografia: DR

A informação foi prestada, ao Jornal de Angola, pelo membro da coordenação da comissão instaladora, Xavier Jaime, que se manifestou convencido na aceitação, desta vez, do PRA-JA como partido político.

O recurso estava para ser apresentado na quinta-feira, mas foi adiado para o dia seguinte, por “questões técnicas”. De acordo com a Lei dos Partidos Políticos, o Tribunal Constitucional tem até 60 dias para responder ao recurso.

Xavier Jaime afirmou que o PRA-JA só não será reconhecido caso haja manobras políticas, porque garante que a comissão instaladora cumpriu com todos os requisitos exigidos por lei. Na eventualidade de mais um “chumbo” do Tribunal, Xavier Jaime adiantou que a comissão instaladora do PRA-JA vai fazer um “exercício de adaptação”, em função da realidade.

Tempo

Multimédia