Política

RDC dificulta negociações sobre fronteira marítima

Gabriel Bunga

A República Democrática do Congo (RDC) tem estado a dificultar as negociações para a demarcação e delimitação da fronteira marítima comum, informou Joaquim Marques de Oliveira, membro da Comissão Interministerial para a Delimitação e Demarcação dos Espaços Marítimos (CIDDEM).

Secretário executivo adjunto para os Assuntos Políticos da Comissão do Golfo da Guiné, Gilberto da Piedade Veríssimo
Fotografia: DR

Criada por Despacho Presidencial, com o objectivo de trabalhar para delimitar as fronteiras marítimas e a Plataforma Continental, a Comissão Interministerial já concluiu a primeira parte do seu trabalho, com a delimitação da fronteira marítima entre Angola e Namíbia, em 2002, e da Plataforma Continental.
O também professor da Faculdade de Direito da Universidade Agostinho Neto referiu que “é preciso retomar os trabalhos” da Comissão Interministerial, retomando as negociações com a República Democrática do Congo e a República do Congo Brazzaville.
Para Joaquim Marques de Oliveira,

Tempo

Multimédia