Política

Resultados líquidos do BNA atingem 90 mil milhões de kwanzas em 2019

João Dias

O Banco Nacional de Angola (BNA) fechou com activos líquidos na ordem 11 mil milhões de kwanzas e com resultados líquidos de 90 mil milhões de kwanzas, informou o governador José de Lima Massano.

Governador do BNA preocupado com situação do BPC
Fotografia: Santos Pedro| Edições Novembro

Os dados, apresentados na 5ª reunião ordinária da Comissão Económica do Conselho de Ministros, realizada terça-feira, constam do Relatório de Contas do BNA referente ao exercício de 2019.

De acordo com o documento, 60 por cento dos resultados conseguidos serão entregues em forma de dividendos ao Tesouro Nacional. No domínio da inflação, o BNA adoptou uma política monetária restritiva, embora tenha deixado espaço para que o crédito ao sector real da economia fosse possível, e foi anunciada uma contínua reforma no domínio cambial e a nível da organização e controlo interno.Na sessão de terça-feira, foi, ainda, apreciada a proposta de aviso do regime cambial aplicável ao sector diamantífero, diploma que estabelece o regime cambial aplicável ao sector dos diamantes. No essencial, a proposta beneficia as entidade que realizam a exploração, lapidação ou qualquer tipo de benefício, bem como a sua comercialização, nos termos do Código Mineiro e legislação complementar. Com isso, alarga-se o âmbito subjectivo de incidência do referido regime, comparativamente ao anterior.

A Comissão Económica do Conselho de Ministros aprovou, também, com parecer favorável, o relatório de origem e destino de divisas referente ao primeiro trimestre do ano em curso, que representa uma síntese do comportamento das reservas internacionais, seus factores de expansão e contratação e a evolução das receitas de exportação.

Tempo

Multimédia