Política

Tribunal pode começar hoje a ouvir declarantes

O Tribunal Supremo pode começar a ouvir hoje os declarantes arrolados no caso “Burla Tailandesa”, num total de 38 pessoas, 32 dias depois do início deste mediático julgamento, noticia a Angop.

Fotografia: DR

Esta possibilidade está dependente da criação de condições pelo Tribunal para ouvir, naquela que será a 17ª sessão de audição, o último dos dez réus da tentativa de defraudar o Estado angolano em 50 mil milhões de dólares.
À semelhança de outros réus, o tailandês Theera Buapeng devia ter sido ouvido na 1ª Câmara Criminal do Tribunal Supremo até à semana passada, o que não aconteceu pelo facto de o arguido falar apenas língua a tailandesa. A situação prolongou-se pelo facto de o Tribunal não ter um tradutor/intérprete dessa língua.
Na quinta-feira, o porta-voz do julgamento, Lourenço José, assegurou que um tradutor/intérprete da língua tailandesa viria da África do Sul a propósito, o que até ontem ainda não tinha sido confirmado.
Na fase de instrução preparatória do processo, as alegações de Theera Buapeng foram traduzidas por uma co-ré (Monthita Pribwai), situação que o Supremo quer evitar durante a produção de provas materiais.

Tempo

Multimédia