Política

Tudo preparado para as eleições

O secretário do MPLA para as Relações Internacionais, Julião Mateus Paulo “Dino Matrosse”, afirmou em Nova Iorque que as autoridades angolanas, com o apoio da ONU, estão a trabalhar para evitar que a presença de mais de 30 mil refugiados congoleses perturbe as eleições de 23 de Agosto deste ano.

O secretário do MPLA para as Relações Internacionais, Julião Mateus Paulo “Dino Matrosse”
Fotografia: Jaimagens | Edições Novembro

“Angola absorveu, nos últimos tempos, cerca de 30 mil refugiados da RDC que atravessaram as nossas fronteiras, sendo
na sua grande maioria mulheres, crianças e idosos”, disse o dirigente  na reunião do Conselho da Internacional Socialista (IS), que decorreu nos dias 11 a 12 , na sede da ONU. O político sublinhou que nos Grandes Lagos se regista um dos conflitos mais devastadores, que dura há bastante tempo e que causou a perda de  milhares de vidas humanas e uma “colossal destruição”, disse.

Tempo

Multimédia