Política

UE apoia formação em direitos humanos

Um total de trezentos mil euros é o valor que a União Europeia (UE) disponibilizou para financiar um projecto de formação em pós-graduação sobre os direitos humanos, anunciou quinta-feira, em Luanda, o seu embaixador.

Embaixador Tomás Ulicny
Fotografia: DR

De acordo com o embaixador Tomás Ulicny, que supervisiona o  programa, o projecto, a ser implementado a partir de Março de 2019, na Faculdade de Direito da Universidade Agostinho Neto, tem como objectivo capacitar os quadros angolanos para responder à procura existente no sector.
Segundo Tomás Ulicny, a formação terá a duração de 6 a 8 meses e  faz a análise socioeconómica do território e a identificação das necessidades de serviços básicos das famílias em situação de vulnerabilidade socioeconómica.
Segundo o diplomata, a União Europeia está fortemente empenhada na promoção e protecção dos direitos humanos, da democracia e do Estado de direito em todo o mundo.
Os direitos humanos têm uma importância especial nas relações da UE com  países e regiões, por a instituição considerar que o trabalho de promoção dos direitos humanos pode contribuir para prevenir e resolver conflitos e, em última análise, reduzir a pobreza.
A UE intervém em acções de apoio ao desenvolvimento das comunidades, formação profissional, protecção do ambiente, saneamento e reabilitação de estruturas de saúde.

Tempo

Multimédia