Política

UNITA afasta divisão com nova liderança

A saída de Isaías Samakuva da liderança da UNITA não vai provocar a divisão do partido, garantiu o director nacional de formação de quadros daquela força política, citado pelo sítio do partido na Internet.

Partido desdramatiza rumores sobre eventuais brigas
Fotografia: Jaimagens/fotógrafo

Piedoso Chipindo Bonga, que falava durante uma acção formativa de quadros da UNITA em Benguela, contrariou assim a posição de alguns analistas, segundo a qual a substituição da liderança do seu partido no próximo congresso, previsto para o próximo ano, possa criar grupos divergentes. O político deixou claro que “não haverá grandes problemas”, porque a UNITA tem uma experiência sobre o exercício democrático. “Eu acho que não haverá grandes problemas, porque a UNITA tem a sua própria experiência, e a cada eleição, quer presidencial, quer da JURA ou da LIMA, ela própria está a aprender. Tem uma experiência directa, tem uma cultura própria e isso permite-lhe dizer qual foi o passivo na eleição anterior. Então, isso permite dizer que temos de corrigir aqui e acolá”, disse Chipindo Bonga, para quem os quadros e militantes estão coesos.

Tempo

Multimédia