Política

Vera Daves garante haver dinheiro para as autarquias

Adelina Inácio e Arão Martins | Chibia

A ministra das Finanças garantiu que o Executivo tem previstos recursos orçamentais para o processo da implementação das autarquias, mas em reserva orçamental.

Ministra das Finanças interveio durante a aprovação da Proposta de OGE 2020 na generalidade
Fotografia: Paulo Mulaza| Edições Novembro

Vera Daves, que falava na terça-feira, na sessão plenária do Parlamento, em que foi discutida e votada a Proposta de Orçamento Geral do Estado para o próximo ano, adiantou que estes recursos serão mobilizados “tão logo haja decisão política por parte da Assembleia Nacional sobre o momento a avançar e como avançar”.

Autarquias estão nas prioridades do MPLA
O coordenador do grupo de acompanhamento do secretariado do Bureau Político do Comité Central do MPLA para a província da Huíla, Jorge Dombolo, garantiu, segunda-feira, na comuna da Quihita, município da Chibia, a sul da cidade do Lubango, que as eleições autárquicas estão entre as prioridades do partido.
Jorge Dombolo, que falava no final da visita aos projectos de água executados com fundos do programa de emergência do Presidente da República, no âmbito do combate à seca, disse que o MPLA continua a trabalhar para a realização das autarquias. “Continuamos a trabalhar para que as primeiras eleições autárquicas em Angola decorram sem sobressaltos”, afirmou.
O político lembrou que já houve uma primeira fase de discussões, devendo-se entrar, agora, na segunda. As estruturas do MPLA, disse, continuam a empenhar-se junto das organizações para este “grande desafio que teremos nos próximos tempos.” “Quem vota são os homens e o nosso trabalho é no sentido de irmos mobilizando os militantes para este e outras grandes tarefas que teremos já nos próximos tempos”, assegurou.
Jorge Dombolo reconheceu, ontem, que existe empenho, dedicação e esforço na evolução das obras, que estão em curso, das infra-estruturas integradas da cidade do Lubango.
O membro da direcção do MPLA reconheceu haver iniciativa e criatividade do governador provincial da Huíla, Luís Nunes. O importante, disse, é fazer alguma coisa com aquilo que está disponível, o que, em seu entender, depende, também, das iniciativas dos dirigentes e responsáveis.
“Apesar das dificuldades financeiras, está-se a fazer um esforço muito grande no sentido de melhorar a qualidade de vida das populações e da própria imagem da cidade, com o curso das obras das infra-estruturas integradas do Lubango e não só”, reconheceu. Segundo Jorge Dombolo, podia ser feito mais se houvesse mais disponibilidade financeira. “Porém, como partido no poder, vamos continuar a fazer acções em função do que está disponível”, garantiu o político.
O político referiu que o mesmo ganho foi notável no município da Chibia. “Fiquei impressionado com o nível de organização e o asseio que a própria vila da Chibia apresenta”, disse.
Jorge Dombolo garantiu às populações da Huíla que melhores dias virão. Garantiu que o governador da Huíla e primeiro secretário provincial do partido e a sua equipa estão empenhados no sentido de levarem a bom termo os programas que os governos central e provincial, bem como as administrações municipais têm para as populações.

 

Tempo

Multimédia