Províncias

Abastecimento de água em Caxito

Pedro Bica | Caxito

A administradora municipal do Dande, Josefa José, defendeu ontem, na província do Bengo, a construção de um novo sistema de distribuição e abastecimento de água potável à cidade de Caxito.

Distribuição de água está beneficiar muitas localidades no país
Fotografia: JA

A administradora municipal do Dande, Josefa José, defendeu ontem, na província do Bengo, a construção de um novo sistema de distribuição e abastecimento de água potável à cidade de Caxito.
Segundo a responsável municipal, que falava no acto de cumprimentos de fim de ano, o projecto já foi remetido ao governo provincial, sendo que está  previsto a instalação de sistemas nas comunas do Úcua e Kicabo.
Josefa José revelou que o rápido crescimento urbano e demográfico da região trouxeram consigo uma enorme demanda e exigências do consumo de energia eléctrica, água potável e saneamento básico.
 Esclareceu que, actualmente, a população residente na capital da província, sem precisar números, aumentou em dez vezes mais relativamente ao projectado na altura em que se configurou a sua construção.
Referindo-se à área da educação, informou que todas as sedes comunais possuem escolas do primeiro nível a funcionar, albergando mais de 1.920 alunos no sistema geral de ensino.
Outra grande ganho, no dizer da responsável municipal, reside no facto de se ter melhorado a situação estudantil dos cerca de 2.880 alunos que estudavam em más condições. 
Indicou que, no campo do saneamento básico, os resultados são pouco satisfatórios devido à falta de colaboração dos munícipes na preservação dos locais de lazer e higiene da cidade.
Referiu que o ano de 2010 vai servir para aprimorar os métodos de avaliação do desempenho dos funcionários, o que poderá ajudar na promoção dos melhores quadros e proceder à sua rotatividade.
Particularmente ao sector da electricidade, afirmou que a Empresa Nacional de Electricidade projectou em Caxito a instalação de 14 PTs rurais e 14 em alvenaria.      

Tempo

Multimédia