Províncias

Aberto centro de acolhimento para recuperação de alcoólatras

Weza Pascoal | Menongue

Um centro de acolhimento e reabilitação para doentes alcoólicos, com capacidade para albergar 30 pessoas, numa iniciativa da Cruz Azul de Angola (CAA), foi inaugurado na semana finda, na cidade de Menongue.

As obras do centro de acolhimento e reabilitação de doentes alcoólicos do Cuando Cubango ficaram orçadas em milhões de kwanzas
Fotografia: Weza Pascoal | Menongue

O centro, orçado em cerca de cinco milhões de kwanzas, conta com quatro dormitórios, dois para mulheres e igual número para homens, cozinha, sala para aulas cristãs, um escritório, entre outros compartimentos.  O governador do Cuando Cubango, Pedro Mutindi, que presenciou o acto inaugural, agradeceu a iniciativa da Cruz Azul de Angola pela construção do centro, sendo o único existente na província e que é fundamental para a sensibilização, recuperação e reinserção dos cidadãos na sociedade.
O Governo da província tem acompanhado com atenção o trabalho que a associação cristã Cruz Azul de Angola tem realizado no país, no âmbito da prevenção e luta contra o alcoolismo e a toxicodependência, sendo a juventude a camada mais afectada.
O Cuando Cubango ganha este centro que, certamente, vai fazer diferença na vida de muitas famílias afectadas pelo alcoolismo e a toxicodependência, disse Pedro Mutindi, para quem este projecto vai servir para a recuperação de muitos cidadãos que necessitam de apoio, trazendo-lhes a esperança de uma vida nova. O alcoolismo e o consumo de drogas têm alcançado níveis alarmantes na sociedade angolana, um mal que tem causado a desestruturação de muitas famílias.
O director do centro, Aires Matias Manuel, afirmou que a instituição que vai dirigir, apesar de ser ainda em instalações provisórias, vai minimizar as situações nefastas que estão a destruir lares, dizimar vidas, estragar o futuro de muitos jovens, sendo o álcool apontado como a principal causa da delinquência, violência doméstica e da sinistralidade rodoviária. A Cruz Azul de Angola pugna por um bem-estar dos doentes alcoólicos para a sua participação activa no desenvolvimento e crescimento económico do país, tendo em conta que a sociedade necessita de jovens saudáveis para a sua reconstrução.
A Cruz Azul, fundada no dia 21 de Setembro de 1877, na Suíça, está representada em mais de 51 países do mundo e em Angola está nas províncias do Cuando Cubango, Luanda, Bié, Benguela e Namibe.
“A Cruz Azul de Angola é a união das igrejas IECA, ICA, IERA, União e IESA, que trabalham para a reabilitação física e espiritual das pessoas dependentes de bebidas alcoólicas, através do poder do sangue de Jesus Cristo, e retorná-las à sociedade e ao convívio familiar.”
A Cruz Azul de Angola é uma instituição não-governamental, apartidária e filantrópica de solidariedade social, ligada à Cruz Azul Internacional. Para a prossecução dos seus fins propõe criar, manter e desenvolver centros de acolhimento de doentes alcoólicos, centros de trabalho e de animação.

Tempo

Multimédia