Províncias

Acções sanitárias alargadas para as comunidades

Adolfo Mundombe|Huambo

Os projectos Uhayele e Sorriso, promovidos pela Organização Não-Governamental AMOSMID, em parceria com a direcção provincial da Saúde, vão ser estendidos a todos os municípios e comunidades do Huambo.

Os projectos têm como objectivo sensibilizar as comunidades para a importância de higiene oral e construção de latrinas
Fotografia: João Gomes

Os projectos Uhayele e Sorriso, promovidos pela Organização Não-Governamental AMOSMID, em parceria com a direcção provincial da Saúde, vão ser estendidos a todos os municípios e comunidades do Huambo.
A informação foi prestada na sexta-feira, na cidade do Huambo, durante a apresentação das actividades e demonstração das acções que a AMOSMID tem levado a cabo nos municípios do Bailundo e Caála, ao longo dos cinco anos da sua criação.
Sérgio Zaneta disse que os dois projectos foram elaborados e executados pela Direcção Provincial da Saúde em parceria com a AMOSMID e têm como objectivo sensibilizar as comunidades para a importância de higiene oral, cuidados sanitários, construção de latrinas, aterros sanitários e preparação de leite de soja, fundamental para o crescimento e desenvolvimento infantil.
Segundo o coordenador, o projecto será alargado aos restantes municípios, ainda no segundo semestre de 2010, estando igualmente prevista a criação de um núcleo de boas práticas obstétricas, formação de parteiras tradicionais e criação de círculos de apoios à amamentação natural nos bairros e aldeias, para estimular o aleitamento materno até aos seis meses da criança.
Sérgio Zaneta enalteceu o esforço do governo da província para manter as actividades deste projecto, mesmo em tempos de crise, tendo conseguido ultrapassar as dificuldades. “Isso demonstra os benefícios que estes projectos trazem na melhoria da saúde das populações do Huambo” realçou.
 
Projecto sorriso
 
O Projecto Sorriso, programa da saúde oral, foi o primeiro concebido na província e tem como principal objectivo a prevenção das doenças da boca, que são um problema de Saúde Pública. Idealizado em Maio de 2004, tem sido implementado há cinco anos.
Mais de 45 mil crianças, até aos 12 anos, já foram alvo de sessões durante as quais aprenderam a escovar os dentes, em algumas escolas, dos onze municípios da província. O projecto está a funcionar com cinco equipamentos odontológicos portáteis, nos municípios do Bailundo, Ucuma, Alto Hama, Catchiungo e no Centro do Kasseque.
Segundo a médica Sara, para o segundo semestre lectivo o plano consiste em distribuir seis mil kits de saúde oral, para 1.500 alunos de diversos estabelecimentos de ensino.
O director provincial da Saúde, Elias Finde, disse que o projecto Uhayele e Sorriso se complementam e ambos estão enquadrados no programa de cuidados primários de saúde, sobretudo nesta fase de revitalização de cuidados primários.
Elias Finde assegurou que a prevenção das doenças deve ser tida em conta por todas as pessoas. “Estamos numa fase de redução das mortalidades materna e infantil”, frisou.

Tempo

Multimédia