Províncias

Administradora destaca ganhos do município

O município de Cangandala, 28 quilómetros a sul da cidade de Malanje, recebeu em 2014 várias infra-estruturas socioeconómicas, com destaque para escolas e postos de saúde, construídos no âmbito do Programa Municipal Integrado de Desenvolvimento Rural e Combate à Pobreza.

Município ganhou nos últimos anos vários estabelecimentos de ensino que permitiram a inserção de milhares de crianças
Fotografia: Eduardo Pedro

A administradora municipal de Cangandala, Rosa André Lourenço, informou que no quadro do programa, consta também a reabilitação e ampliação do palácio do administrador, bem como a construção da nova Administração Municipal, duas quadras polidesportivas, parque infantil, residências para quadros, entre outras.
A concretização dessas acções está a permitir a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos e a facilitar a interacção entre os munícipes, devido à distribuição de equipamentos sociais, recuperação das vias secundárias e terciárias, pontes e pontecos e melhoria do fornecimento de energia e água.

Projectos sociais

A Administração Municipal vai continuar a prestar atenção aos projectos sociais, com vista a proporcionar bem-estar à população e o desenvolvimento integral do município.
Com uma extensão de 6.301 quilómetros quadrados, o município de Cangandala situa-se 28 quilómetros a sul da cidade de Malanje e conta com uma população estimada em 40 mil habitantes, distribuídos em quatro comunas, Bembo, Caribo, Culamagia e sede municipal.
Entretanto, os camponeses da comuna de Sautar, município de Quirima, receberam 250 metros quadrados de terra desminada, a fim de retomarem a sua actividade agrícola. A desminagem, que esteve a cargo da Associação de Profissionais Angolanos de Acção Contra Minas (APACOMINAS), foi realizada no período de Agosto a Novembro deste ano. O supervisor de campo da Associação, António Raimundo, disse que fruto dessa operação, foram recolhidas e desactivadas 150 minas anti-tanque e anti-pessoal, 104 munições diversas e sete engenhos explosivos não detonados.A associação vai continuar a trabalhar na desminagem das áreas de cultivo, com vista a atender às necessidades da população camponesa, pelo que se perspectiva para o primeiro trimestre de 2015 a limpeza de mais de mil metros quadrados noutras localidades do município de Quirima.
António Raimundo enalteceu os esforços dos técnicos da APACOMINAS empreendidos durante as missões de desminagem, pedindo-lhes para continuarem com a mesma dinâmica, mas tendo sempre em atenção o perigo de enfrentar a árdua missão de livrar de minas as terras dos camponeses.
A APACOMINAS é uma Organização Não-Governamental nacional que opera há já alguns anos em Malanje, no domínio da desminagem de terras aráveis.
A comuna de Sautar dista 62 quilómetros a sul da sede municipal de Quirima e ocupa uma extensão de 6.809 quilómetros quadrados, com uma população estimada em 7.624 habitantes, maioritariamente dedicada á agricultura .

Tempo

Multimédia