Províncias

Água vai chegar a 15 mil habitantes

A nova subestação de captação e tratamento de água, em construção na sede municipal do Bocoio, província de Benguela, vai beneficiar cerca de 15 mil cidadãos, informou a Angop.

Bocoio em Benguela terá água potável em breve
Fotografia: DR

Segundo o chefe do Departamento Municipal da Empresa de Águas, Bernardo Mande, a subestação vai contar com duas bombas cada com capacidade para dar vazão a 300 metros cúbicos de água por hora. A subestação terá ainda um tanque para armazenamento de água, sendo o seu tratamento o convencional, com pré-oxidação, coagulação, evacuação, decantação e filtração.

O responsável explicou que quando o empreendimento entrar em funcionamento, a rede de distribuição existente será ampliada com uma nova linha de 21 quilómetros de extensão.

Relativamente à antiga subestação , Bernardo Mande disse que a infra-estrutura tem capacidade de captar e tratar 700 metros cúbicos de água por hora, cuja qualidade obedece aos padrões definidos pela Organização Mundial da Saúde. O responsável adiantou que actualmente estão a distribuir apenas 500 metros cúbicos de água por hora, em função das perdas, devido a problemas na linha de distribuição.

Segundo Bernardo Mande, existem actualmente na sede municipal do Bocoio apenas 630 ligações domiciliares, estando em curso um projecto para o aumento das mesmas, garantindo que o abastecimento de água tem sido regular, havendo apenas constrangimentos quando ocorrem problemas técnicos.

Tempo

Multimédia