Províncias

Água chega às comunas de Ngalangue e Vicungo

João Katombela| Kuvango

 Pela primeira vez, desde a independência do país, as populações das comunas de Ngalangue e Vicungo, no município do Kuvango, na Huíla, têm água potável, graças à construção de um sistema de captação e distribuição, no âmbito do programa " Água para Todos".

População das referidas localidades deixa de percorrer longas distâncias em busca de água
Fotografia: Arimateia Baptista|Lubango

Pela primeira vez, desde a independência do país, as populações das comunas de Ngalangue e Vicungo, no município do Kuvango, na Huíla, têm água potável, graças à construção de um sistema de captação e distribuição, no âmbito do programa " Água para Todos".
O projecto, que está a beneficiar cerca de 7.500 habitantes das duas localidades, custou aos cofres do Estado 300 mil dólares, tendo as obras sido executadas em dois meses.
A directora de projectos da Saem, a empreiteira da obra, Ansucena Ortega Gomes, disse que os sistemas estão equipados com a mais alta tecnologia, o que permite a limpeza e tratamento da água dos reservatórios com sulfato de alumínio e cloro, de modo a evitar doenças.
Na comuna do Vicungo, foram construídos dois fontanários e uma lavandaria para a manutenção da higiene e saúde dos moradores daquela localidade, que outrora se debatiam com doenças de foro hídrico.
O director provincial da Energia e Água, Abel da Costa, considera que a conclusão destes projectos resulta do cumprimento cabal das promessas do Executivo em garantir água para todas as populações do país.
O responsável, que efectuou uma visita de três dias ao município do Kuvango, disse estar satisfeito com as obras executadas naquelas localidades. “Estou muito feliz por ver a comuna de Ngalangue, pela primeira vez na Angola independente, abastecida de água canalizada, localidade recôndita da província da Huíla” disse.
Abel da Costa disse ainda que o objectivo é fornecer água às casas dos consumidores para diminuir o sofrimento das mulheres, jovens e crianças que são obrigados a percorrer longas distâncias para a ir buscar.Na sede municipal do Kuvango foi construída uma nova Estação de Tratamento de Água (ETA) que, segundo Abel da Costa, é a maior existente na província.
O director de Energia e Água garantiu que os munícipes podarão passar a quadra festiva com energia de qualidade, uma vez que foi instalado um novo grupo gerador de 520 KVA.
Assim, a situação energética do Kuvango está resolvida, pois a instalação da nova central eléctrica está a beneficiar cerca de quatro mil habitantes da sede municipal.
Abel da Costa frisou que cabe agora aos munícipes colaborarem com a administração na aquisição de combustíveis, lubrificantes e outros acessórios, a partir do pagamento pontual das suas tarifas.

Tempo

Multimédia