Províncias

Água potável para milhares de famílias

Joaquim Aguiar |

O governo provincial da Lunda-Norte vai garantir o abastecimento de água potável a mais de 25 mil famílias residentes nas zonas urbanas e rurais, no quadro de execução dos programas sociais previstos para 2010.

O governo provincial da Lunda-Norte vai garantir o abastecimento de água potável a mais de 25 mil famílias residentes nas zonas urbanas e rurais, no quadro de execução dos programas sociais previstos para 2010.
O facto foi revelado no fim-de-semana, no Dundo, pelo governador Ernesto Muangala, por ocasião de passagem de Ano Novo.
O governante afirmou que essas metas serão alcançadas com a reabilitação das centrais de captação do Mussungue e Cazunda, para abastecimento de água à cidade do Dundo, cujo projecto abrange, também, a construção de dois reservatórios, rede de ligações domiciliares, 53 chafarizes e quatro lavandarias comunitárias.
Nas cidades do Lucapa e Nzagi serão igualmente construídos novos sistemas de abastecimento e tratamento de água, no quadro da linha de crédito da China.
O programa “Água para Todos”, iniciado em 2009, vai abarcar este ano mais de dez localidades nos municípios de Xá-Muteba, Capenda Camulemba, Chitato, Lucapa e Cambulo.
Ernesto Muangala ressaltou que o seu pelouro vai prestar maior atenção ao sector de energia, para diminuir o acentuado défice de produção de electricidade, com a modernização e o aumento da capacidade de produção de oito para 12 megawatts da central hidroeléctrica do Luachimo e destacou a criação da universidade Rainha Lueji, em 2009, como “um grande contributo para o desenvolvimento, porquanto vai garantir a formação de quadros para vários sectores, a nível da região”.
De acordo com o governante, o programa para o sector da Educação prevê em 2010 a construção de mais 50 salas de aulas, para inserir cerca de 270 alunos que ainda se encontram fora do sistema de ensino. Várias infra-estruturas hospitalares serão igualmente construídas, no quadro do programa de expansão da rede sanitária a nível da província, com destaque para o hospital municipal no Nzagi, uma maternidade com capacidade para cem camas na cidade do Dundo e quatro centros médicos, nos municípios de Lucapa, Cuango, Cuilo e Capenda Camulemba.
O governador da Lunda-Norte sublinhou ainda a necessidade de fomento do sector agro-pecuário, para a diversificação da economia local.

Tempo

Multimédia