Províncias

Alfabetização em Benguela com mais salas

O processo de alfabetização dos feirantes do mercado informal Praça da Paz, localizada no município de Benguela, no âmbito do Programa de Alfabetização e Aceleração Escolar (PAAE),  vai passar a dispor, até ao fim do mês, de seis novas salas de aulas.

De acordo com o chefe de secção de Educação de Adultos da Repartição Municipal de Benguela, Carlos Alberto, as seis salas vão acolher 245 pessoas já matriculadas.
A meta do município é alfabetizar mais de seis mil indivíduos nesta primeira fase, que termina em Maio, enquanto a segunda fase começa em Junho, com o objectivo de envolver mais pessoas no processo.
“A tarefa de erradicar o analfabetismo não deve ser apenas do Estado, mas de todos os angolanos que se sintam preocupados com a situação dos cidadãos que ainda não sabem ler nem escrever”, disse Carlos Alberto.
A Praça da Paz, situada no bairro 4 de Abril, na comuna da zona B, município de Benguela, acolheu os antigos feirantes dos mercados informais da Caponte e Calohombo e conta com 12 mil pessoas, na sua maioria com um diminuto grau de escolaridade.

Tempo

Multimédia