Províncias

Alfabetização passa a ter auxílio de audiovisuais

Justino Vitorino | Chicala Cholohanga

O Governo Provincial do Huambo investiu cerca seis milhões de kwanzas na aquisição de dez aparelhos audiovisuais para facilitar e tornar mais eficiente o processo de alfabetização.

É cada vez maior o interesse em aprender
Fotografia: Jornal de Angola

O lançamento do sistema áudio visual é uma iniciativa do Governo Provincial em colaboração com o governo cubano e visa facilitar o processo de ensino e aprendizagem de adultos, com uso de placas solares, de forma a garantir a frequência de aulas no período nocturno.
O projecto-piloto foi lançado esta semana no município da Chicala Cholohanga, no acto que marcou o encerramento da jornada do Dia Internacional da Alfabetização.
A administradora municipal, Luísa Ngueve, enalteceu a cooperação existente entre o Executivo e o Governo de Cuba, através do método de alfabetização “Sim eu posso”, que está a permitir a muitas pessoas aprenderem mais facilmente a ler e escrever.
O director provincial da Educação no Huambo, Manuel Sampaio do Amaral, defendeu a área intelectual como a maior riqueza de um país e agradeceu o esforço e dedicação dos alfabetizadores, que têm demonstrado espírito de entrega na execução das suas tarefas. Este ano foram alfabetizadas na província cerca de 45 mil pessoas, o que corresponde, de acordo com o responsável, aos objectivos do sector da Educação, tendo em conta a árdua tarefa de erradicar o a­nalfabetismo a médio prazo. 
“É uma satisfação para nós e para aos alfabetizados, quero apenas lembrar-vos que somos os arquitectos do nosso próprio destino. Vamos pintar o nosso quadro com o pincel da sabedoria e colori-lo com cores vivas”, destacou.

Tempo

Multimédia