Províncias

Andulo e Nharea querem o superior

José Chaves| Andulo

Finalistas de diversos cursos do ensino médio e candidatos ao ensino superior, nos municípios do Andulo e da Nharea, pedem às autoridades locais para envidarem esforços para a abertura de núcleos do ensino superior nas respectivas localidades.

Finalistas de diversos cursos do ensino médio e candidatos ao ensino superior, nos municípios do Andulo e da Nharea, pedem às autoridades locais para envidarem esforços para a abertura de núcleos do ensino superior nas respectivas localidades.
Actualmente, os estudantes residentes no Andulo e na Nharea têm de se deslocar a cidade do Cuito, ou para outras províncias, quando pretendem concluir a sua formação universitária.
Ana Siquina, finalista do Centro Pré-Universitário da Nharea, disse que a falta de um núcleo do ensino superior no seu município ou no Andulo está a preocupar a juventude em relação ao seu futuro.
Paulo César, professor do I Ciclo do ensino secundário, tem a intenção de ingressar numa Universidade, mas a falta de um núcleo no município da  Nharea está a inviabilizar os seus sonhos.
O docente assegurou que não tem outra alternativa para prosseguir os estudos, senão inscrever-se no Cuito ou na vizinha província do Huambo.
Luísa Gabriel terminou o ensino médio no ano passado e agora vai deixar a vila da Nharea para frequentar uma universidade em Luanda. Arlete Sacupinga, finalista da Escola de Formação de Professores no Andulo, defende a instalação urgente de um núcleo do ensino superior na região norte da província, para evitar que os quadros se desloquem para outras áreas do país.
A professora pede ao governo provincial a instalação de um núcleo no município, para se evitar a fuga de quadros dos diversos sectores. O Bié possui três instituições de formação superior, nomeadamente o Instituto Superior Politécnico, com o curso de enfermagem, a Escola Superior Pedagógica, com as especialidades de Matemática, Geografia, Pedagogia e Psicologia e um núcleo da Universidade José Eduardo dos Santos.
A UJES, com sede na cidade do Huambo, serve as províncias do Bié, Huambo e Moxico, congregando as faculdades de Medicina Humana, Ciências Agrárias, Medicina Veterinária, Economia e Direito, todas situadas na província do Huambo. O Instituto Superior Politécnico, situado no Bié, e Superior Pedagógica, no Moxico, são as outras instituições inseridas na Universidade.Actualmente nenhum  município do interior do Bié possui um núcleo de ensino superior.
A província tem nove municípios: Cuito, Andulo, Cunhinga, Chitembo, Chinguar, Catabola, Camacupa e Cuemba.

Tempo

Multimédia