Províncias

Ano lectivo dos reclusos conta com mais de 600 alunos

Marcelino Wambo| Huambo

As instalações dos serviços penitenciários do Huambo, no Sector do Cambiote, receberam, na segunda-feira, o acto nacional de abertura do ano lectivo do recluso, com mais de 600 estudantes matriculados nos distintos níveis de ensino.

Fotografia: FRANCISCO LOPES | HUAMBO

 O director-geral em exercício dos Serviços Penitenciários, o superintendente prisional-chefe Fernandes Manuel, disse no acto que constitui aposta do Ministério do Interior, em conjunto com o sector da Educação, o combate ao analfabetismo no país, sobretudo no seio da juventude. Estima-se que 1.629 reclusos concluíram com êxito os ciclos de formação naquele estabelecimento. A unidade penitenciária do Huambo matriculou em 2017 um total de 542 alunos da iniciação ao II ciclo do ensino secundário, dos quais 445 reclusos e 97 externos. Estão internados na unidade dos serviços penitenciários 1.143 reclusos, dos quais 779 condenados e 364 detidos. No âmbito da abertura nacional do ano académico, Fernandes Manuel fez a apresentação da sua quinta obra literária, intitulada “Crime e psicologia no sistema penitenciário”.

 

Tempo

Multimédia