Províncias

Arcebispo exorta jovens a apostarem na agricultura

Adão Diogo

O arcebispo de Saurimo, Dom José Imbamba, defendeu ontem a necessidade de incentivos para atrair os jovens à prática da agricultura, a fim de criarem boa perspectiva de futuro, em detrimento da aposta no garimpo de diamantes, do qual obtêm um “lucro marginal”.

Dom Imbamba dialogou com o governador Kiteculo
Fotografia: Edições Novembro

Interagindo com o governador provincial, durante uma visita de cortesia decorrida no bispado, Dom José Imbamba esboçou um quadro de subaproveitamentoque tornou a agricultura “numa área esquecida”,  trocada pelo garimpo, abraçado largamente por jovens, que gastam o que têm em convívios, álcool e outras atracções arruinantes.
Ao expressar satisfação pela postura de proximidade adoptada no figurino de governação da província da Lunda-Sul, Dom Imbamba frisou que “o contacto com a sociedade elimina a equidistância entre líderes e liderados,giza soluções consistentes e abre perspectivas animadoras para suprir “assimetrias abismais”.
A reabilitação de estradas secundárias e terciárias, a expansão dos serviços da Educação que primem, a todos os níveis, pela qualidade a fim de acentuar a competência em vários domínios deve, segundo o prelado católico, transpor “o populismo que não forma e debilita talentos”, reféns da crença profunda na feitiçaria, que sufoca o potencial de inteligência que carregam.
Segundo Dom José Imbamba, a falta de humanização nos serviços da saúde, aliada à pobreza dos pacientes, é responsável pelo desespero, justificado pelo recurso aos quimbandas em busca de cura, com todas as consequências decorrentes desta arriscada opção.
O arcebispo notou que a edificação espiritual do homem, através da evangelização, incentivou a construção, pela igreja, de unidades sanitárias e escolas que absorveram cerca de dez mil alunos, factos que vincam o sentido de parceria com o Governo.

Tempo

Multimédia