Províncias

Aumenta água potável no Bié

José Chaves | Andulo

Mais de 200 mil pessoas do município do Andulo, na província o Bié, vão beneficiar em breve de água potável, com a instalação de um novo centro de captação, tratamento e distribuição, revelou ontem o director provincial da Energia e Águas.

A construção de novos sistemas de captação contribui para a diminuição dos cortes de fornecimento de água à população da região
Fotografia: Eduardo Pedro

Abel Guerra assegurou que a construção do novo sistema, inserido no programa “Água para Todos”, vai ajudar em grande escala a responder às necessidades da população e contribuir para a diminuição dos cortes no fornecimento. O director provincial da Energia e Águas realçou que o projecto de construção do centro de captação, tratamento e distribuição contempla a construção de uma conduta de água bruta, com cerca de 500 metros de extensão, e uma estação elevatória de produto tratado.
A construção de um reservatório “R1”, com capacidade de 18 mil metros cúbicos, incluindo a interligação aos reservatórios, está igualmente prevista no projecto de edificação do sistema.
O director provincial da Energia e Águas referiu que já há uma estrutura em operação, com um sistema de captação moderno e composto por dois poços, quatro filtros, que, por meio de processos químicos e físicos, fazem com que a água se torne potável. Abel Guerra disse que a actual infra-estrutura precisa de ser reforçada, tendo em conta o aumento das ligações domiciliárias feitas em vários pontos da cidade do Andulo.
Apesar disso, o director da Energia e Águas do Bié garantiu que o abastecimento do produto a nível do município do Andulo está salvaguardado, afirmando que os esforços para a expansão da rede à periferia vão continuar.
Os outros oito municípios da província do Bié também vão ser contemplados com novos sistemas de abastecimento de água potável, concluiu director provincial da Energia e Águas.

Tempo

Multimédia