Províncias

Autoridades tradicionais informadas sobre a malária

Membros da administração e autoridades tradicionais do município de Caculama, 55 quilómetros a leste da cidade de Malange, foram esclarecidos no sábado sobre as técnicas e medidas de prevenção da malária, numa palestra promovida por médicos cubanos.

Membros da administração e autoridades tradicionais do município de Caculama, 55 quilómetros a leste da cidade de Malange, foram esclarecidos no sábado sobre as técnicas e medidas de prevenção da malária, numa palestra promovida por médicos cubanos. Os participantes abordaram matérias relacionadas com as etapas organizativas, levantamento de águas paradas, situação entomológica de criadores do paludismo, saneamento básico, participação comunitária, entre outros.
Segundo a responsável e especialista do controlo de vectores, a médica cubana Maria Del Carmo Planes Toirac, a actividade serviu  para incentivar os participantes a transmitirem a mensagem ao público sobre as medidas a ter em conta com a higiene domiciliar e com o paludismo.
O supervisor provincial do Programa de Luta contra a Malária, Marcelino Pereira Bravo, disse que a malária está em vias de ser erradicada, com um número abaixo dos 50 por cento em relação ao ano passado.
Exortou a população a acatar as recomendações transmitidas pelos especialistas cubanos, como sejam o de pôr as crianças menores de cinco anos a dormir resguardadas por mosquiteiros impregnados, abrir as valas de drenagem para o escoamento das águas, efectuar o saneamento básico, entre outros aspectos, que considerou fundamentais para o controlo do paludismo ou malária.
Actividades do género foram também realizadas nos municípios de Cangandala, Calandula, Massango, Cacuso, Caculama, Cahombo, Quela,  e Kiuaba Nzoji.

Tempo

Multimédia