Províncias

Aviário em vias de fechar por falta de ração animal

Lourenço Bule | Menongue

O director da empresa Aprovedora, gestora do aviário do Missombo, no município de Menongue, admitiu a possibilidade de encerrar a actividade de produção de ovos, devido às dificuldades na aquisição de ração para alimentar as galinhas e por falta de mercado para escoar o produto.

Membros do Executivo visitaram o aviário do Missombo para se inteirar das dificuldades
Fotografia: Jornal de Angola

Gilberto Pinto disse ao Jornal de Angola que o aviário, criado no âmbito do programa de combate à pobreza, sobrevive até aos dias de hoje graças ao compromisso existente com o Governo Provincial de fornecer, em grande escala, o produto à província.Mas, tendo em conta a dificuldade em adquirir rações e a falta de mercado para escoamento do produto, pretende-se dar por fim às actividades e ao mesmo tempo comercializar aves, avisou.“Começámos este projecto com 2.700 aves que produziam diariamente 480 ovos, mas por falta de escoamento do produto, mais de um milhão de ovos acabaram por apodrecer e 500 galinhas morreram devido a uma peste”, lamentou.
O director da empresa Aprovedora reconheceu as dificuldades na aquisição de rações, por serem importados a partir da província do Kwanza-Sul, situação que acarretava muitos custos na aquisição e transporte do produto até à comuna do Missombo.

Tempo

Multimédia