Províncias

Acordo permite formação na construção e petróleos

O Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional (INEFOP) no Bengo e empresas de construção civil e dos petróleos assinaram, no Ambriz, um protocolo de formação profissional.

Instituto Nacional de Formação vai apoiar as empresas no processo de reconhecimento
Fotografia: Jornal de Angola


O protocolo estabelece que o INEFOP no Bengo tem a responsabilidade de definir a estratégia, identificar caso a caso as necessidades e assegurar as metodologias e modalidades de formação a desenvolver.
O INEFOP vai apoiar as empresas no processo de reconhecimento, validação e certificação de competências dos trabalhadores. As empresas divulgam junto dos trabalhadores os objectivos e condições de funcionamento do processo de formação, asseguram a realização, em conjunto com o INEFOP, das sessões de esclarecimento de dirigentes, chefias intermédias e trabalhadores.
O director Provincial da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, Miguel Silva, disse que o protocolo se enquadra no âmbito do programa de formação, cujo objectivo é a combinação da formação prática numa empresa e teórica num centro de formação profissional.
O responsável adjunto de direcção comercial da Angolaca, empresa de engenharia e construção, Manuel dos Santos, salientou a importância e os benefícios recíprocos do protocolo, tendo em vista a formação e qualificação dos trabalhadores.

Tempo

Multimédia