Províncias

Administração do Dande está apostada na formação

O administrador do Dande apontou a formação de recursos humanos como uma das apostas para o próximo ano, para que os quadros da Administração Municipal possam corresponder à demanda.

João da Silva Castelo Branco apelou aos funcionários mais responsabilidade na execução dos programas gizados superiormente e primarem pela ética e deontologia profissional no atendimento ao público.
O administrador municipal prometeu trabalhar arduamente no combate ao absentismo dos funcionários da Administração Municipal no próximo ano, salientando que a situação deve-se ao facto de muitos funcionários abandonarem o local de trabalho antes do horário de saída para poderem assistir às aulas.
O ano 2014 foi classificado como medíocre e durante os últimos seis meses a Administração debateu-se com problemas financeiros, para aplicar nas áreas da Saúde e Educação, onde constatou insuficiências.

Entrega de bens diversos


Militares afectos à Unidade dos Deficientes Físicos da comuna das Mabubas, município do Dande, província do Bengo, num total de 500, beneficiaram de diversos bens de primeira necessidade, para auxiliar a passar a quadra festiva condignamente, numa iniciativa da AJAPRAZ.
Os bens consubstanciam-se em massa e óleo alimentar, arroz, feijão, açúcar, electrodomésticos e motorizadas. O presidente da associação da AJAPRAZ, Bento Raimundo, disse que contribuir para o bem-estar dos militares deficientes é uma honra, porque são combatentes que deram a sua contribuição na consolidação da paz e harmonia dos angolanos.
A associação é um parceiro directo do Executivo, disse, e vai continuar nesta senda de apoio aos militares convalescentes e pessoas desfavorecidas.
A directora provincial da Assistência e Reinserção Social, Anastácia de Vasconcelos, agradeceu o gesto e considerou positiva a acção que vai ajudar os militares a passarem a quadra festiva com harmonia junto das suas famílias.
Anastácia de Vasconcelos lembrou que nos últimos anos, as pessoas portadoras de deficiências físicas têm dado a sua contribuição nos programas gizados pelo Governo Provincial do Bengo.
A Direcção controla na província do Bengo, 2.066 pessoas portadoras de deficiência, das quais 944 são do sexo feminino.

Tempo

Multimédia