Províncias

Administradora dos Dembos projecta as obras públicas

Alfredo Ferreira| Caxito

Os programas de carácter socioeconómico vão continuar a fazer parte das grandes prioridades das autoridades municipais dos Dembos, assegurou na quinta-feira a nova administradora local.

Joaquina Pinto administradora dos Dembos
Fotografia: Edmundo Eucílio| Dembos

Os programas de carácter socioeconómico vão continuar a fazer parte das grandes prioridades das autoridades municipais dos Dembos, assegurou na quinta-feira a nova administradora local.
Joana Pinto salientou que estes programas de impacto social vão ser desenvolvidos durante os próximos cinco anos, para melhorar as condições de vida das populações.
A administradora, que falava durante a sua apresentação à população dos Dembos pela vice-governadora do Bengo para a esfera política e social, Maria Augusta Peixoto, disse que a administração vai dar ainda uma especial atenção ao cumprimento dos projectos que já estão em execução.
Quanto aos sectores da Educação e Saúde, sublinhou que vão merecer uma dedicação redobrada por parte das autoridades, com a construção e reabilitação de mais escolas, postos, centros e hospitais. Para isso, pediu a colaboração dos munícipes, para que os programas traçados possam ser desenvolvidos com sucesso. Joana Pinto, que substitui no cargo Josefa José, antes da sua nomeação para administradora municipal dos Dembos exercia o cargo de directora provincial da Família e Promoção da Mulher do Bengo.
O município dos Dembos, que fica a cerca de 140 quilómetros do Caxito, Bengo, tem uma superfície de 1.170 quilómetros quadrados, possui quatro comunas - Quibaxe, Coxe, Paredes e Piri - e uma população estimada em 18.153 habitantes, que se dedica, maioritariamente à agricultura e à caça.

Tempo

Multimédia