Províncias

Aumentam no Bengo casos de violência

Edson Fontes | Caxito

A direcção provincial do Bengo da Família e Promoção da Mulher registou, durante o ano passado, 259 casos de violência doméstica, dos quais 112 por incumprimento de mesada, revelou ontem a directora daquela instituição.

Fotografia: JAIMAGEM

Isabel Paim  pediu  a colaboração da população na denúncia de actos violentos doméstica, acrescentando que a instituição vai continuar a trabalhar no sentido de solucionar conflitos familiares.
“Vamos trabalhar arduamente para evitar com que haja um aumento de violência no seio das família, mas para isso devemos realizar acções de sensibilização junto das comunidades”, salientou. 
O acompanhamento das vítimas de violência doméstica, visitas às salas de alfabetização, encontros com as instituições públicas e privadas são algumas das actividades programadas pela instituição.
Para este ano, a direcção provincial da Família e Promoção da Mulher vai continuar a envidar esforços no sentido de sensibilizar a sociedade para as questões de género, para uma relação equilibrada entre homens e mulheres, a fim de se encontrarem caminhos viáveis para o bem-estar das famílias. 
Isabel Paim referiu que, no ano passado, a direcção provincial do Bengo da Família e Promoção da Mulhera desenvolveu actividades de formação e actualização de 108 parteiras tradicionais a nível dos municípios e comunas da província. “Este ano vamos dar sequência a estas acções para que as parteirasestejam melhor informadas”, disse.

Tempo

Multimédia