Províncias

Aumento de veículos nas rotas intermunicipais

Luis Alberto Ferreira | Caxito

O director dos Transportes, Telecomunicações, Correio e Tecnologia de Informação do Bengo defendeu ontem em Caxito o aumento de táxis nas rotas intermunicipais e comunais, com vista a facilitar a actividade de passageiros que fazem comércio a partir da capital provincial.

A TransBengo recebeu da Direcção Provincial dos Transportes dezenas de autocarros mas ficaram avariados em pouco tempo
Fotografia: Francisco Bernardo |

Domingos Mateus reconheceu a existência de táxis intermunicipais, em relação aos últimos três anos, durante os quais a província esteve melhor servida, embora as estradas estivessem em péssimo estado.
Em 2008, várias empresas de transportes públicos beneficiaram de um lote de veículos para o exercício da actividade de táxi.
Este ano, a operadora Trans-Bengo recebeu da Direcção Provincial dos Transportes 26 autocarros. Estão todos avariados, à excepção de cinco.
A intenção do Governo é fazer com que, à medida que as operadoras produzem, possam reembolsar os valores, de modo a possibilitar que as autoridades forneçam mais meios de transporte a outras empresas transportadoras de passageiros.

Cooperativa de táxis


 director provincial disse que empresas como a Brunothur, Disefa e a cooperativa de Táxi Jovem receberam igualmente dez viaturas, em 2012, estando também todas avariadas, à excepção de quatro viaturas. Domingos Mateus disse que as companhias de transporte sedeadas no Bengo devem envidar esforços no sentido de trabalharem com zelo, para que possam tirar o máximo proveito e reembolsar os meios. Neste momento, são as operadoras privadas que garantem o serviço de transporte de passageiros e de mercadorias a nível da província.
Domingos Mateus disse ainda que o Governo criou mecanismos para que as operadoras privadas e públicas possam cumprir as políticas do Estado, no sentido de garantir e assegurar o transporte das pessoas e bens, licenciando os veículos de modo a circular com base no regulamento do actual Código de Estrada.

Operador de transportes


De Janeiro a Novembro deste ano, a Direcção Provincial dos Transportes licenciou 240 veículos para o exercício do serviço de táxi.
O Bengo conta com quatro operadoras de transporte público, que beneficiaram de veículos para fortificar as suas frotas e exercerem o serviço de táxi intermunicipal e provincial.
As transportadoras públicas e privadas realizam os seus trabalhos com um mesmo objectivo, que é transportar passageiros e mercadorias.
A província do Bengo conta com uma população estimada em 373 mil habitantes, distribuídos em seis municípios, Dande, Bula Atumba, Nambuangongo, Dembos, Pango Aluquém e Ambriz.
O Jornal de Angola constatou que dos municípios da província do Bengo, em termos de infra-estruturas rodoviárias, apenas Nambuangongo não dispõe de bom tapete asfáltico, mas que existe já um programa para a sua reabilitação.

Tempo

Multimédia