Províncias

Casos de violência doméstica divulgados nas comunidades

Edson Fontes | Caxito

Pelo menos 86 encontros de sensibilização com cooperativas de camponeses, organizações femininas e igrejas, foram realizados este ano, na província do Bengo, visando a divulgação da Lei contra a Violência Doméstica. A informação foi prestada sexta-feira, na cidade de Caxito, durante a XV sessão do Conselho Provincial da Família.

Incumprimento de mesada e fuga à paternidade têm gerado muitos conflitos na região
Fotografia: Jornal de Angola

Pelo menos 86 encontros de sensibilização com cooperativas de camponeses, organizações femininas e igrejas, foram realizados este ano, na província do Bengo, visando a divulgação da Lei contra a Violência Doméstica. A informação foi prestada sexta-feira, na cidade de Caxito, durante a XV sessão do Conselho Provincial da Família.
Na ocasião, a directora provincial da Família e Promoção da Mulher, Joana Pinto, recomendou aos participantes a promoverem acções para reduzir os casos de violência doméstica, o reforço da estrutura da família e outras instituições estatais e privadas, de forma a tornar a sociedade menos violenta.
Joana Pinto manifestou-se preocupada, devido ao elevado número de casos de violência doméstica, que tendem a aumentar nos últimos meses na província do Bengo, sobretudo “incumprimento da mesada e fuga à paternidade ”.
A direcção provincial da Família e Promoção da Mulher no Bengo continua a registar reclamações de casos ligados à herança dos falecidos. “Tudo está a ser feito, em parceria com o sector da Justiça, no sentido de se resolverem estes problemas”, disse Joana Pinto, acrescentando que o encontro serviu de antecâmara na resolução dos principais problemas que afectam a família.
Os participantes consideraram ser necessária a promoção de acções para o crescimento económico, cultural e social das famílias, com o apoio e responsabilidade do governo, como garante da moralização social.
Sob o lema “Família, o Lugar de Manifestação do Verdadeiro Amor”,  abordaram temas relacionados com a moralização da família e da sociedade, os valores éticos culturais na moralização da família, o papel dos pais na orientação e formação da personalidade dos filhos, valorização da família e reforço das suas competências.
A direcção provincial da Família e Promoção da Mulher registou, no primeiro trimestre do corrente ano, 92 casos de violência doméstica.

Tempo

Multimédia