Províncias

Centenas de jovens do Bengo frequentam acções de formação

Ao todo, 117 jovens frequentaram, com êxito, no ano passado, o centro de formação profissional do município do Bula Atumba, província do Bengo, disse, na quinta-feira, à Angop, o coordenador da instituição.

Jovem de Bula Atumba durante uma aula prática de serralharia
Fotografia: Eduardo Pedro

Ao todo, 117 jovens frequentaram, com êxito, no ano passado, o centro de formação profissional do município do Bula Atumba, província do Bengo, disse, na quinta-feira, à Angop, o coordenador da instituição.
Os jovens, afirmou Júnior Simão, receberam formação em alvenaria, carpintaria, serralharia, corte e costura e informática.
Durante os dois ciclos formativos, de nove meses cada um, o Centro de Formação Profissional do Bula Atumba formou 194 jovens em várias especialidades de artes e ofícios. Os cursos de arte e ofício, referiu, têm a duração de nove meses por cada ciclo formativo, enquanto o de informática é de três.
Júnior Simão disse estar previsto para este ano o início de cursos de electricidade, culinária e mecânica auto e que a adesão dos jovens ao Centro de Formação Profissional do município tem sido positiva, o que revela vontade de aprenderem uma profissão para contribuírem no desenvolvimento da região e no processo de reconstrução nacional.
“O pavilhão, pela sua capacidade, tem optado, nos últimos tempos, para a admissão dos jovens, pelo sistema de selecção, através de testes de aptidão”, declarou. Sobre a inserção no mercado de emprego dos jovens formados, disse que esse é um dos problemas que o município enfrenta, sublinhando que as poucas empresas de construção civil na circunscrição têm absorvido algum pessoal.
O coordenador do Centro de Formação Profissional anunciou, para este ano, além da criação de novos cursos, a de um banco de dados dos formados, que facilite a sua inserção no mercado de trabalho.
O Centro de Formação Profissional do Bula-Atumba, criado em Agosto de 2009, tem dez formadores locais.

Tempo

Multimédia