Províncias

Centros infantis da província do Bengo estão a beneficiar de obras de reabilitação

Maiomona Artur| Caxito

As autoridades provinciais do Bengo estão a levar a cabo várias acções de reabilitação de centros comunitários infantis, para proporcionar maior comodidade e dignidade às crianças que ali são albergadas, anunciou ontem, na cidade do Caxito, o chefe do departamento para a área da infância e adolescência da direcção local da Reinserção Social (MINARS).

A direcção da Reinserção Social tem apoiado os centros disponibilizando livros com temáticas adequadas a esta fase e cadernos escolares
Fotografia: Jornal de Angola

As autoridades provinciais do Bengo estão a levar a cabo várias acções de reabilitação de centros comunitários infantis, para proporcionar maior comodidade e dignidade às crianças que ali são albergadas, anunciou ontem, na cidade do Caxito, o chefe do departamento para a área da infância e adolescência da direcção local da Reinserção Social (MINARS).

Londres Vicente salientou que as obras, a decorrerem nos centros de Ambriz e Dande cujas instalações se encontravam em avançado estado de degradação, estão a ser realizadas pela importância dos estabelecimentos comunitários para a socialização da criança, dentro e fora da família.
Neste momento, a direcção da Reinserção Social tem sob a sua responsabilidade 1.043 crianças, distribuídas por 913 centros infantis e 472 creches particulares, um trabalho que é assegurado por apenas 15 vigilantes profissionais, número que considerou ínfimo.

Em função disso, Londres Vicente chama a atenção para a necessidade de serem formados mais quadros nesta área, para ser possível corresponder à procura de serviços prestados por vigilantes profissionais e assistentes sociais.

Para colmatar estas dificuldades, foram já seleccionados sete técnicos para receber formação, nos próximos nove meses, na área de vigilância e de outros sectores relacionados com a criança. Estes futuros profissionais vão dar o seu contributo nas creches e centros já referidos.  A nível da província do Bengo, o MINARS acompanha dez centros infantis e oito creches particulares. Nove destes centros estão localizados no município do Dande, e apenas um no Ambriz, enquanto as restantes creches estão sediadas no Dande.

Os centros e creches, que estão apetrechados com equipamentos de diversão e refeitório, são uma resposta social destinada à protecção, educação e cuidado de crianças dos zero aos cinco anos. Londres Vicente disse que a instituição tem apoiado os centros infantis, disponibilizando livros com temáticas adequadas a esta fase e cadernos escolares.

 Milhares de crianças

Além deste, a instituição garante ainda refeições, pequeno-almoço, almoço e lanche, a milhares de crianças acolhidas em centros da província, e distribui regularmente roupa usada. O MINARS garante ainda, além da alimentação, utensílios como colchões e cobertores, enquanto as administrações municipais distribuem regularmente água potável aos centros, através de cisternas.

Londres Vicente convidou os empresários locais a apoiarem a abertura de centros infantis, uma vez que a direcção do Ministério da Reinserção Social (INARS) está disposta a facilitar o processo, bastando endereçar uma carta de intenção, juntamente com fotocópia do BI e cartão de contribuinte.

Tempo

Multimédia