Províncias

Combate à pobreza com bons resultados

Pedro Bica | Muxaluando

O grau de execução do programa municipal integrado de desenvolvimento rural e de combate à pobreza, em Nambuangongo, é positivo, considerou na sexta-feira o governador do Bengo.

Um ângulo da vila de Nambuangongo onde estão a ser construídas várias infra-estruturas sociais para melhorar a qualidade de vida
Fotografia: Pedro Bica|Muxaluando

João Bernardo de Miranda, que falava durante uma visita de trabalho de dois dias àquele município, realçou que Nambuangongo está a cumprir os projectos e programas, no âmbito da municipalização dos serviços sociais básicos.Há programas que aguardam conclusão e concertação para, nos próximos 45 dias, as referidas obras poderem ser retomadas e terminadas.
Após reconhecer que um dos grandes problemas com que se debate a região tem a ver com o péssimo estado do troço entre Muxaluando (sede municipal) e a vila de Caiengue, numa extensão de 25 quilómetros, depois de há mais de cinco anos as empreiteiras terem paralisado as obras, desrespeitando o contrato, afirmou que o Instituto Nacional de Estradas (INEA) garantiu que os trabalhos vão recomeçar em breve, uma vez que foram entregues a uma outra empresa.
Com a reabilitação desta estrada, acredita que a circulação automóvel vai ser mais fluente, facilitando as transacções comerciais e impulsionando a produção de bens e serviços da região.
Enquanto as obras não terminarem, os munícipes vão continuar a enfrentar grandes dificuldades para circular entre a sede municipal e as comunas, sobretudo nesta época chuvosa, acrescentou.
Para resolver esta situação, o Governo Provincial tem estado a apostar na reabilitação e construção de novas vias de acesso, para que o combate à pobreza se efective o mais depressa possível.
O governador garantiu que, com as estradas asfaltadas, os sectores da agricultura, comércio, hotelaria e turismo vão conhecer outro ritmo de crescimento, uma vez que a circunscrição é muito rica em solos aráveis e locais turísticos e de lazer.
Relativamente às 200 habitações do tipo T3, em construção em todos os municípios do país, revelou que, apesar de alguns atrasos que se verificam na sua execução física, o quadro pode conhecer um novo rumo, pois o empreiteiro foi notificado a cumprir os prazos contratuais.O município de Nambuangongo, situado a 110 quilómetros de Caxito, possui seis comunas - Quicunzo, Quixico, Cage Mazumbo, Zala, Muxaluando e Canacassala - e uma população calculada em 120 mil habitantes, que se dedicam maioritariamente à agricultura e à caça.

Tempo

Multimédia