Províncias

Combate à pobreza é positivo

Alfredo Ferreira | Ambriz

O governador provincial do Bengo, João Bernardo de Miranda, considerou ontem positivo o nível de execução do programa municipal do Ambriz de desenvolvimento rural e de combate à pobreza, durante o primeiro trimestre deste ano.

Governador do Bengo João Miranda visitou a localidade e ficou impressionado com os resultados do programa em curso
Fotografia: Filipe Botelho

O município está a dar passos significativos no que toca ao cumprimento do programa, quer do ponto de vista da execução financeira, quer física.
Os administradores municipais e comunais trabalham na base das orientações da Unidade Técnica Provincial de Luta contra a Pobreza, para que definam prioridades e melhorem o seu conteúdo.
O governador visitou no Ambriz as obras de conclusão da reabilitação do posto de saúde da aldeia do Caputo, de manutenção da cadeia de frio dos centros de saúde da sede municipal e dos postos de Quiombe, Quincacala, Ningue e Quimuala. As unidades sanitárias das comunas do Tabi e da Bela Vista rceberam duas ambulâncias.
O governador visitou também as obras de construção de quatro reservatórios de água para as localidades do litoral, com destaque para Caputo, Quiombe, Povo Alto e Quincacala. As empreitadas têm fim previsto para Dezembro. A reabilitação do mercado municipal da sede do Ambriz, de uma escola primária de três salas, na localidade de Quincacala (Tabi), e de uma cantina escolar está concluída.
O município do Ambriz tem todas as escolas do ensino primário a beneficiar do programa de merenda escolar, que abrange um universo de 1.042 crianças.
O município do Ambriz possui comunas, Tabi, Bela Vista e a sede (Ambriz) e uma população estimada em 17.575 habitantes, que se dedicam, na maioria, à pesca, caça, comércio rudimentar e agricultura de subsistência.

Tempo

Multimédia