Províncias

Comuna do Gombe precisa de mais escolas

Alfredo Ferreira | Gombe

A comuna do Gombe, no município de Nambuangongo, província do Bengo, necessita de mais escolas, segundo o administrador comunal, Domingos Lopes, que disse ainda que o sector da Educação na localidade tem enfrentado inúmeras dificuldades relacionadas fundamentalmente com a falta de infra-estruturas adequadas e de professores.

Um ângulo da sede da comuna do Gombe
Fotografia: Edmundo Eucílio

A localidade possui dez escolas do ensino primário de construção precária e uma do primeiro ciclo onde também se lecciona o segundo ciclo.
A comuna do Gombe conta com 64 professores que asseguram a rede escolar.
No que toca ao sector da Saúde, a comuna conta apenas com dois centros e um posto médico e 15 técnicos, número insuficiente para atender a demanda de cerca de 7.373 habitantes.
A comuna beneficia de obras de canalização para abastecer a população de água potável.
O administrador disse que outras dificuldades têm a ver com as vias de circulação e pontes, o que tem dificultado as trocas comerciais e o escoamento dos bens do campo.
Gombe conta com duas associações e uma cooperativa, cujos membros praticam agricultura de subsistência e os excedentes têm sido comercializados em Caxito e na capital do país.
A população da comuna é de cerca de 7.373 habitantes, distribuída por 12 aldeias.

Tempo

Multimédia