Províncias

Cuidados a ter no Cacimbo

Maiomona Artur | Caxito

O director do Hospital Geral da Açucareira, no Dande, disse ao Jornal de Angola ser importante redobrar a prevenção das doenças respiratórias agudas e de pele frequentes no Cacimbo.

Farmácias estão preparadas para ajudar a combater as doenças mais frequentes nesta época
Fotografia: Dombele Bernardo

Adão Bernardo lembrou que nesta altura do ano também aumentam os casos de conjuntivites, pneumonia e bronquite, embora as autoridades sanitárias desenvolvam acções de prevenção.
“Nessa época do ano há ventos fortes acompanhados de impurezas e é por esta via que micróbios e vírus atingem o organismo humano, principalmente os sistemas respiratório e digestivo”, referiu e realçou a importância de se “redobrarem os cuidados com a higiene pessoal, usar agasalhos e consumir muitos líquidos devido à desidratação”.
O director Adão Bernardo também avisou que se deve evitar consumir bebidas muito frescas e banhos às horas de mais frio e usar sempre a roupa sempre tratada e limpa e que aos sintomas de doenças se deve procurar um médico evitar a auto medicação, que pode provocar intoxicações.

Hospital do Bengo

O director clínico do Hospital Central do Bengo, Carlos Mayer, disse que a maioria das pessoas que dá entrada no estabelecimento tem malária, doenças diarreicas agudas e anemia, além das vítimas dos acidentes de viação.
O Hospital Central do Bengo, com 172 camas, tem bancos de urgência e de sangue, farmácia, laboratório e salas de RX e de estomatologia, segundo Carlos Mayer.

Tempo

Multimédia