Províncias

Dande com limitações na obtenção de água

Alfredo Ferreira| Dande

Os habitantes das comunas de Quicabo, Úcua e Barra do Dande, no município do Dande, estão a enfrentar várias dificuldades para obterem água potável, devido às avarias registadas nas sondas subterrâneas.

Para resolver a situação, a Administração Municipal do Dande está a reparar os furos de água subterrâneos. Ao mesmo tempo, o administrador municipal, Mateus Domingos Diogo, garantiu que o Governo Provincial do Bengo está a facilitar a distribuição de água em abundância às populações das referidas comunas. O antigo sistema de captação de água, construído no período colonial, está velho, mas as autoridades estão a procurar soluções para o abastecimento através de um sistema de tratamento a nível da comuna do Úcua.
O administrador municipal pediu à população destas localidades para se manter calma e prometeu que o problema vai ser resolvido o mais depressa possível.
A administração municipal está a trabalhar com a direcção provincial da  Energia e Água, no sentido de superar as avarias de alguns furos, para que a população possa  consumir o mais depressa possível água potável.
Em relação à energia, apenas as sedes das comunas do município do Dande têm luz eléctrica, graças a grupos geradores de 150 e 250 KVA. Em resposta a esta preocupação dos moradores, Mateus Domingos Diogo disse que o abastecimento de energia eléctrica através de geradores tem os dias contados, tendo em conta a instalação de uma subestação na comuna do Úcua.
 Este projecto de distribuição de energia eléctrica, oriunda da barragem das Mabubas, vai ser estendido aos municípios do Pango, Bula e Dembos. É necessário expandir a rede eléctrica de média e alta tensão a partir da barragem das Mabubas, reforçou o administrador do Dande.
Na deslocação às comunas de Quicabo, Barra do Dande e Úcua, Mateus Domingos Diogo procedeu à entrega de três ambulâncias aos postos médicos daquelas circunscrições, no âmbito dos programas municipais de modernização e apetrechamento dos serviços de saúde e de combate à pobreza.

Tempo

Multimédia