Províncias

Distribuído gado caprino às famílias camponesas

Maiomona Artur | Caxito

Mais de 700 cabeças de caprinos foram distribuídas, em 2014, às famílias camponesas dos municípios do Dande, Bula Atumba e Nambuangongo, pela Direcção Provincial da Agricultura, informou o responsável do sector.  

Sector da Agricultura na província está empenhado no fomento da pecuária visando a melhoria das condições de vida da população
Fotografia: João Gomes

Faustino Ngonga disse que a distribuição de gado se enquadra no âmbito do Fomento de Caprinos, aprovado pelo Governo do Bengo, tendo manifestado a sua satisfação pelos resultados alcançados, porque foi possível reproduzir mais 476 animais. 
O sector da Agricultura na província está empenhado no fomento da pecuária, visando a melhoria das condições de vida da população. O Programa do Fomento de Caprinos vai contemplar, ainda este ano, as famílias camponesas dos municípios de Pango Aluquém, Ambriz e Dembos.
 O director provincial da Agricultura, Fautino Ngonga, disse que os municípios do Dande, Nambuangongo, Dembos, Bula Atumba, Pango Aluquém e Ambriz possuem condições propícias ao fomento da pecuária, mas, sublinhou que para alcançar bons resultados é necessário dar treino técnico aos beneficiários.
Neste momento, referiu, a Direcção da Agricultura está a trabalhar na sensibilização das famílias associadas em cooperativas, de modo a apostarem no fomento de caprinos, além de trabalharem na selecção de novos beneficiários. A província do Bengo tem mais de oito mil bovinos no sector empresarial e seis mil caprinos que estão, na sua maioria,  no sector familiar. O director Provincial do Instituto de Desenvolvimento Agrário, Francisco Gomes Kito, disse que a instituição atendeu, na primeira época de campanha agrícola, 38.399 famílias camponesas do Bengo dos 71.508 registados, com grandes quantidades de sementes e instrumentos de trabalho.Os camponeses receberam sementes de  milho, feijão manteiga, feijão catarino, macunde e ginguba. Também foram distribuídos fertilizantes e enxadas, limas, catanas e machados.
Os municípios do Nambuangongo, Dembos e Bula Atumba foram apontados como sendo os melhores produtores, devido às características climáticas favoráveis.
Para a presente campanha agrícola, o responsável do Instituto de Desenvolvimento Agrário perspectiva uma colheita de 536. 755 toneladas de produtos, devido à regularidade das chuvas que caiem na região.
Francisco Gomes explicou que foram preparados na província do Bengo 74.295 hectares, trabalhados pel Mecanagro e por operadores privados.
O responsável do Instituto de Desenvolvimento Agrário apelou às famílias camponesas para apostarem na actividade agrícola, de forma a contribuírem para o melhoramento da dieta alimentar e na diversificação dos produtos da região.
O Instituto de Desenvolvimento Agrário está a distribuir sementes, instrumentos de trabalho e fertilizantes às famílias camponesas dos seis municípios da província.

Tempo

Multimédia