Províncias

Docentes no Bengo retirados do sistema

O sector de cadastramento dos trabalhadores da função pública desactivou 120 professores e alguns quadros que exerciam cargos de chefia, por duplo vínculo laboral, informou em Caxito o director provincial da Educação, António Quino.

O responsável anunciou que para o ingresso de professores em 2017, o Ministério da Educação concedeu 190 vagas à província do Bengo, que vão ser distribuídas pelos municípios do Ambriz, Bula Atumba, Dembos, Nambuangongo e Pango Aluquém.

Tempo

Multimédia