Províncias

Equipamentos de impacto social inaugurados em Pango-Aluquém

Pedro Bica | Caxito

A vila do Pango-Aluquém, província do Bengo, passa a beneficiar de uma nova escola do ensino primário, com seis salas, e uma residência para professores, cuja inauguração está marcada para dia 11, no âmbito das festividades do Dia da Independência Nacional.

Várias infra-estruturas estão a ser erguidas e reabilitadas na região
Fotografia: Jornal de Angola

A vila do Pango-Aluquém, província do Bengo, passa a beneficiar de uma nova escola do ensino primário, com seis salas, e uma residência para professores, cuja inauguração está marcada para dia 11, no âmbito das festividades do Dia da Independência Nacional.
De acordo com o programa distribuído ontem à imprensa, a data é marcada ainda pela inauguração de quatro residências apetrechadas para atender funcionários públicos, da localidade do Pango-Novo.
O programa prevê também a entrega de viaturas para apoiar os diferentes serviços sociais da municipalidade, inauguração de um grupo gerador com capacidade de 500 Kva, bem como de uma escola na aldeia da Missão, com quatro salas. De realçar que o município de Pango-Aluquém vai acolher o acto provincial do 11 de Novembro. Na localidade estão a ser executadas obras de impacto social, com o objectivo de eliminar o triste cenário dos escombros da guerra, que ainda são visíveis.
Apesar do sector da indústria e do comércio estarem ainda inoperantes, a municipalidade possui solos aráveis para a prática da agricultura em grande escala.
A par disso, o sector das águas reclama por um novo sistema de captação, tratamento e distribuição, já que neste momento a população é obrigada a consumir água bruta de furos feitos na sede municipal.
A falta de água potável tem causado sérios problemas à saúde pública dos munícipes, que se debatem com doenças diarreicas agudas, sarnas e infecções urinárias. A comuna de Quicabo, no município do Dande, vai ganhar seis residências para professores e um sistema de captação, tratamento e distribuição de água potável, inserido no programa “Água para todos”.
O governo do Bengo vai ainda entregar, em Caxito, 18 residências devidamente apetrechadas aos docentes, inaugurar a estação dos Correios de Angola e as instalações da Televisão Pública de Angola, recentemente modernizadas.

Tempo

Multimédia