Províncias

Estudantes do Dande vencem prova

Alfredo Ferreira | Kicabo e Venâncio Victor | Malanje

Estudantes do município do Dande, na província do Bengo, venceram sábado o concurso denominado “Jovem Sabe”, na categoria “júnior”, destinado a alunos da 9ª classe, durante a realização da 4ª edição da Fogueira da Liberdade, realizada na comuna do Kicabo.

Centenas de jovens e crianças das escolas dos municípios do Bengo participaram do concurso que serviu para ocupar os tempos livres
Fotografia: Edmundo Eucílio | Kicabo

As posições imediatas foram ocupadas pelos municípios de  Nambuangongo e  Pango Aluquém, numa disputa renhida nas disciplinas de matemática, língua portuguesa, história e geografia.
Na categoria “Piô”, para alunos da 7ª classe, o primeiro lugar coube ao município de Bula Atumba, Nambuangongo ficou no segundo e Pango Aluquém no terceiro.
O governador provincial do Bengo, João Bernardo de Miranda, que prestigiou a o acto, apelou às crianças para se dedicarem mais aos estudos e lembrou que o concurso “Jovem Sabe” surge para testar a capacidade de aprendizagem dos alunos e contribuir positivamente para a ocupação dos tempos livres dos pequenos.
João Bernardo de Miranda disse que com o concurso se pretende envolver a população estudantil na promoção e implementação do gosto ao conhecimento do património histórico, cultural e geográfico angolano e universal.
Participaram no concurso “Jovem Sabe”  mais de 400 estudantes oriundos dos seis municípios da província do Bengo. O certame visa promover o hábito e o gosto pelas disciplinas de matemática, língua portuguesa, história e geografia, assim como criar e motivar as habilidades de cálculo por parte dos alunos, com vista a desenvolver o seu intelecto.
Durante o concurso, foram realizadas palestras sobre o desenvolvimento socioeconómico do município do Dande. Os alunos ficaram a saber da história de Kicabo e a sua contribuição na luta de libertação nacional.Também estiveram em evidência o desporto,  música, poesia, dança e teatro, além de  campanhas de limpeza na circunscrição e visitas a sítios de interesse histórico.
A Fogueira da Liberdade é uma iniciativa do Governo da Província do Bengo, que se propõe a realizar um evento de carácter interdisciplinar, com a finalidade de envolver a comunidade estudantil na promoção e implementação do gosto e conhecimento do património histórico, cultural e geográfico angolano, em particular, e universal de uma forma geral.

Malanje já tem representante

Os cincos melhores estudantes de Malanje, que vão concorrer à fase nacional da oitava edição do concurso Sucesso Escolar e Mérito Estudantil, “Sábados Académicos”, foram encontrados no fim-de-semana, depois da realização da última prova provincial.  
Tratou-se de uma prova bastante renhinda, onde o estudante Domingos João, da 12ª escola do II ciclo Ngola Kiluanje, do município de Cacuso, com 15 pontos, foi o vencedor, tendo sido distinguido com o prémio aluno de mérito, por se destacar dos demais. Como prémio, recebeu cinco telemóveis, igual número de mochilas, pen drive e um kit escolar.
De 20 anos, o jovem Domingos João sobressaiu entre os demais colegas do ponto de vista de auto controlo, espírito de inter-ajuda, celeridade nas respostas e na resolução de problemas.  No segundo lugar, ficou o estudante Ângelo Coutinho, do município de Caculama, em terceiro Job Gouveia, de Cangandala.
Seguem-se Pedro Manassa e Tanaco da Conceição. Para a fase nacional do concurso “Sábados Académicos”, foram indicados como suplentes os estudantes Nelson Hossi, António Rangel, Fabião Tito, José Carneiro e António Baião. Os vencedores foram submetidos a testes nas disciplinas de matemática, língua portuguesa e história. O júri foi o professor universitário Filipe Kose.
Foram excluídos os candidatos dos municípios de Kiwaba Nzonje, Massango e Calandula, por se apresentarem apenas com dois candidatos cada.
O vice-governador de Malanje para o Sector Político e Social, Manuel Campo, destacou a realização da fase municipal e disse que com o programa Sucesso Escolar e Mérito Estudantil se pretende descobrir e promover a qualidade do ensino e da excelência.

Tempo

Multimédia