Províncias

Fomento da agricultura está entre as prioridades

Maiomona Artur|Caxito

No Bengo foram criados, no ano passado, 2.143 postos de trabalho que beneficiaram várias famílias desempregadas, disse, ao Jornal de Angola, o responsável pela Federação das Associações de Camponeses e da cooperativa agro-pecuária da província.

No Bengo foram criados, no ano passado, 2.143 postos de trabalho que beneficiaram várias famílias desempregadas, disse, ao Jornal de Angola, o responsável pela Federação das Associações de Camponeses e da cooperativa agro-pecuária da província.
Marques Miguel afirmou que o fomento da agricultura é uma prioridade da federação para ajudar várias famílias na província.
Antes da sua última divisão administrativa, referiu, a província tinha 320 associações de camponeses e cooperativas, de que restam 89 constituídas por 6.300 elementos.
“O nosso principal desafio para este ano é trabalhar para recuperar aquele número de organizações que perdemos devido à nova divisão administrativa”, declarou para acrescentar que responsáveis associativos e de cooperativas participaram em várias acções de formação sobre liderança e gestão.

Financiamentos bancários

O responsável da federação das Associações de Camponeses anunciou que, no âmbito do programa de segurança alimentar e de combate à fome e à pobreza, 2.280 processos foram remetidos aos bancos comerciais para a concessão de crédito, 427 dos quais foram atendidos. “Antes da concessão dos créditos, os beneficiários participaram em acções de formação sobre os métodos de acesso e respectivo reembolso”, disse.
Marques Miguel afirmou que maior parte dos créditos beneficiou agricultores do Dande e do Ambriz e que estão a ser desenvolvidos esforços para contemplar outros municípios da província do Bengo.

Parcerias

A Federação das Associações de Camponeses e Cooperativas Agro-pecuária do Bengo estabeleceu uma parceria com o Comité Nacional da Mulher Rural, de quem recebeu cinco viaturas para o escoamento de produtos agrícolas, duas das quais foram para Nambuangongo, outras tantas para o Dande e uma para  Icolo e Bengo.
Os camponeses da receberam, do governo provincial,  três carrinhas, quatro atrelados, uma charrua e inputs agrícolas.
De Abril a Dezembro foram escoados da província 26.880 toneladas de vários produtos agrícolas.

Tempo

Multimédia