Províncias

Género e administração local são debatidos em seminário

Edson Fontes| Caxito

Um seminário regional sobre género e administração local está a decorrer, desde terça até amanhã, na cidade de Caxito.

Panorâmica da cidade de Caxito que acolheu o seminário sobre género e administração
Fotografia: Jornal de Angola


Promovido pelo Instituto de Formação da Administração Local (IFAL) e orientado pelo formador Baptista Pindi, o seminário realiza-se no âmbito do programa de formação e capacitação de quadros e agentes da administração local do Estado, para este ano.
A formação é dirigida a 60 directores provinciais, administradores municipais e seus adjuntos das províncias do Bengo, Kwanza-Norte e Malange. A vice-governadora do Bengo para o sector político e social, Maria Augusta Peixoto, defendeu que o curso sobre género e administração local é sugestivo, já que as organizações de sucesso são aquelas que, ao longo do tempo, sabem adaptar-se às constantes mudanças. A governante salientou que a procura de êxito e de excelência contribui para que as instituições tenham que realizar uma gestão eficiente da informação e do conhecimento. A responsável governamental disse que “o saber é, nos nossos dias, um dos factores chaves mais relevantes para o alcance do desenvolvimento sustentável”.
Maria Augusta Peixoto garantiu que, com o seminário, os membros da gestão administrativa ficam munidos de ferramentas que ajudam a desenvolver uma liderança.
Estas formações contribuem ainda para criar uma cultura envolvente, assim como visam reduzir todas as barreiras institucionais que prejudiquem as participações do saber.

Tempo

Multimédia